Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

29/01/2009 - Federação e ACEESP voltam atrás e reportagens voltam a ser liberadas

Depois de ser extremamente criticado por colegas de profissão, o presidente da ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos do estado de Sao Paulo) Ricardo Capriotti (foto) entrou em contato com a Federação Paulista de Futebol e colocaram um ponto final a polêmica sobre as entrevistas durante os jogos do Campeonato Paulista Através de nota a imprensa as entidades informaram que " Após avaliação nas duas primeiras rodadas do certame, voltam a ser permitidas as entrevistas no intervalo da partida, obedecendo as seguintes regras": 1) As entrevistas deverão ser feitas fora das quatro linhas de jogo; 2) Esta determinação estará em vigor até o término da 1ª fase da competição; 3) A Zona Mista continuará nos estádios que tenham condições de realização da mesma, 4) As entrevistas coletivas dos times participantes da partida não sofrerão alteração. Antes desta nova decisão, repórteres de rádio deveriam aguardar a chegada dos atletas ao túnel de acesso aos vestiários para entrevistá-los. Vale lembrar que as TVs (Globo, Band, Sportv e PFC) podem até entrevistar os atletas dentro de campo, estabelecendo assim o famoso "dois pesos e duas medidas". Recentemente o repórter Marcello Lima (Radio Jovem Pan) criticou o presidente da ACEESP, Ricardo Capriotii, pela decisão de favorecer os canais de televisão e menosprezar o radio, e, segundo o repórter, o que mais causou indignação aos profissionais é que Capriotti chegou ao posto de presidente da entidade com o opoio dos radialistas, classe a qual ele faz parte Embora não seja oficial, informações dão conta de que o repórter Luis Carlos Quartarollo (tambem da Jovem Pan) e que é vice presidente da ACEESP, foi a grande articulador desta decisão.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet