Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

27/10/2016 - Luxa o rei do poker

Vanderlei Luxemburgo pode falar que é o "professor" do pôquer no mundo do futebol. Em um evento com atletas e ex-atletas, o técnico foi o que chegou mais longe na competição para celebridades organizada pela WSOP (Série Mundial de Pôquer, da sigla em inglês), o mais importante campeonato da categoria que tem uma etapa disputada no Brasil pela primeira vez na história.

Com direto a óculos escuros quando estava apostando, ele mostrou intimidade com o jogo até na hora de blefar e fazer o que no futebol receberia o nome de "catimba". Esconder os olhos é uma tática de alguns jogadores renomados que acreditam que o olhar pode dar dicas de seu jogo aos adversários.

A posição exata de Luxemburgo não foi divulgada, mas ele foi o último a deixar as mesas se considerar esportistas que participaram do evento como: Moisés, Rodrigo, Vitor Hugo e Alecsandro, do Palmeiras; Wellington e Michel Bastos, do São Paulo; Elano, do Santos (que preferiu não jogar); Wagner Ribeiro, empresário; e ex-atletas como Rodrigão (vôlei), Virna (Vôlei) e Fernando Scherer (natação). As mesas ainda tinham presenças como o cantor Sorocaba, youtubers, comediantes e membros que frequentam a mídia.

Divulgação


Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet