Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

08/03/2013 - Não dou bola para cantadas

Se avançar, ela levanta a bandeira. Com a assistente Fernanda Colombo Uliana é impedimento. A musa da arbitragem de Santa Catarina tem namorado e não permite jogador do Campeonato Catarinense na banheira ou cheio de graça para cima dela. A moça, natural de Criciúma e moradora de Florianópolis, garante que a única forma de aceno que os marmanjos dos clubes que disputam o estudual têm é o material de trabalho que usa, e erguido.

O ‘jogo-duro’ com os jogadores dos 10 times que disputam a competição não se deve apenas ao namorado Bruno, que joga rugby. Fernanda assegura que na hora que a bola rola, toda sua atenção está voltada aos lances dentro das quatro linhas, um olho na bola e outro na linha de defensores. A tática da moça é simples: humildade para com a beleza e não dar bola para as tentativas dos ‘avançadinhos’.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet