Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

19/11/2007 - Clássico Os Periquitos x ADPM termina empatado e ADPM mantem vantagem

Os Periquitos e ADPM não saíram do zero a zero no ultimo domingo.
O jogo, válido pela primeira rodada da final da temporada 2007, foi realizado no estádio Fortaleza com a presença de um grande publico.
Embora não tenha sido um grande espetáculo Os Periquitos e Camarões realizaram uma partida cheia de alterações táticas.
Novamente escalando três zagueiros e liberando os laterais para descerem de forma constante, porem alternada, Vanilsom apostou em um esquema que preserva o setor defensivo e chega ao ataque com até cinco jogadores. Porém, na pratica, esta segunda parte não ocorreu pois seus homens de meio de campo ficavam presos a marcação de Rafael Barbosa e André, alem de Luis Fabiano, que mais marcou do que apoiou.
Outro fator que pesou para que o esquema implantando pelo técnico alviverde não rendesse o ideal foi o fato de que Diego Banana não superou o ala Eder, quando ambos se chocavam nas descidas.
Inovando no esquema, Sidney sacou da equipe, ate então considerada titular, o atacante Denis e escalou Clodoaldo com o único propósito de anular as descidas do volante Vô, que sempre se reveza com Simão nesta função.
Clodoaldo foi implacável nesta missão, durante a maior parte do jogo consegui prender o volante alviverde no setor defensivo.
O quadro só foi alterado quando Vanilsom, também de forma inteligente, "inventou" Vô como meia esquerda, fazendo assim com que Clodoaldo saísse do ataque e voltasse a marcar somente no seu setor defensivo.
Pela direita, Juninho chegava bem ao apoio, mas quando buscava o companheiro que deveria servir encontrava Rafael Leite preso a marcação de Toni e Mauro.
Ratinho e Ronaldo não se desvencilhavam de seus marcadores, e isso deixou o ataque praticamente inoperante.
A saída encontrada por Vanilsom foi sacar Rafael Leite e colocar Nélio, mas crescimento mesmo a equipe só teve depois que Francisco entrou no jogo.
Aliando técnica a raça, bem ao estilo de seu técnico, Francisco foi o principal articulador das jogadas de ataque do Verdão da 43.
Em seu melhor momento, Os Periquitos chegou com Nélio, que recebeu de Francisco após lindo giro na zaga, Nélio recebeu frente a frente com o goleiro, ao invés de bater, resolveu cortar para a esquerda e se perdeu no lance, permitindo a defesa parcial do goleiro e depois o alivio da zaga.
O lance também foi bastante contestado pela equipe de Os Periquitos, porem as imagens da televisão mostram que o arbitro acertou e a penalidade não ocorreu.
Agora o time de Vanilsom precisa vencer no próximo domingo por qualquer placar para conquistar seu 12º titulo
Já a ADPM joga por um empate para sair de uma fila que já dura 23 anos.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet