Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

19/02/2011 - Após presenciar aposentadorias, Marcos começa a pensar em como será sua vez

O ano nem bem começou e os atacantes Ronaldo e Washington já se aposentaram. Ao final da temporada, será a vez de Marcos, que já adiou uma vez o fim de sua carreira. Diante das despedidas dos colegas, o goleiro começa a pensar em como será o seu momento de anunciar o fim da vida de jogador profissional.
"Toda vez que alguém fala em parar eu fico pensando na minha vez. Eu vou chorar, isso é obvio, porque é uma coisa que eu faço há 18 anos, mesmo com dificuldades e cobrança", comentou o camisa 12 nesta sexta-feira, em uma descontraída coletiva de imprensa.
O goleiro reconheceu que, assim como Ronaldo, também pretende parar mais por questões físicas do que pelo cansaço natural de uma profissão. E admitiu que já começa a se preparar para o pós-aposentadoria.
"Eu treinei muito pra conquistar meus objetivos, e me machuquei por isso, por não ter limite. A gente pensa várias coisas, mas infelizmente chega a hora, e a gente tem que se preparar para isso. Você tem que fazer uma preparação psicológica muito grande. Já fiquei triste e pensei em abandonar, mas o amor que você tem pelo futebol faz você voltar pra escutar a torcida gritar seu nome de novo", detalhou o goleiro, que ainda brincou com sua situação financeira após o fim da carreira.
"Já comecei a fazer cortes financeiros, tem carro caro que tem que vender, tem coisas que a gente tem que fazer. Vou ficar triste, mas não pelo dinheiro, pelo prazer que tenho de jogar", completou.



Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet