Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/f78b3b661d06fe0cd6b419f680b8163e.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 23

21/08/2010 - Prof Paula Cotrin fala de corrida e sexo "No Mundo dos Esportes"

A competente Professora de Educao Fsica, Paula Cotrin participou neste sbado do programa "No Mundo dos Esportes" pela Rdio Independete AM 1010, coma apresentao do advogado Dr. Jos Maria dos Santos, que vai ao ar das 8:30 s 9:00 horas todos os sbados.
A professora Paula falou dicas de sade na alimentao, como caminhar corretamente e sobre os equipamentos adequados para no causar leses.
Falou tambm que corrida e sexo seguem juntos.
Veja a ntegra da matria sobre o assunto.

Corrida e sexo

Eles correm juntos nessa. A atividade melhora o sistema cardiovascular, aumenta a capacidade respiratria e promove o bem-estar.
Bom para elevar a vida sexual.
Correr melhora a vida sexual. Pode acreditar. Quase to automtico quanto andar, a corrida aumenta a liberao de betaendorfina, o principal neurotransmissor responsvel pela sensao de bem-estar. S isso j seria de grande ajuda para aumentar a libido debaixo das cobertas.
Mas dar pernadas por a tambm garante um bom preparo fsico para no cansar na hora ag. Mesmo! Isso porque a atividade fsica auxilia o sistema cardiovascular, medida que melhora a eficincia do corao, a capacidade pulmonar de absorver mais oxignio e facilita o transporte de hormnios pelo organismo.
Melhor condicionado, o rgo do peito bombeia mais sangue com menos esforo, favorecendo o desempenho sexual. Afinal, o cansao (no homem), como se sabe, pode desinflar a ereo. Outro ponto que deve ser abordado o da autoestima. Com a prtica esportiva regular, o corpo fica mais torneado e atraente. Isso nos deixa mais confiantes e, naturalmente, o resultado ser uma libido mais aguada.
"A corrida promove a melhora no condicionamento fsico que, de uma maneira geral, benfico no momento do sexo", diz a educadora fsica Fernanda Bredariol Velhote, especialista em fisiologia do exerccio e doutoranda em farmacologia pelo Instituto de Cincias Biolgicas da Universidade de So Paulo (ICB/USP).
A explicao simples: quem corre est mais apto a suportar cargas fsicas no ato sexual. Anote essa tambm: correr um timo estimulante para a liberao de adrenalina, noradrenalina e do hormnio do crescimento (GH). Isso faz que o corpo relaxe e contribui para uma boa noite de sono, o que auxilia a recuperao muscular e metablica como um todo.

A atividade fsica aumenta a autoestima, pois deixa o corpo mais torneado e atraente. Isso nos deixa mais confiantes. Feliz da vida.

Quase como um efeito domin, a prtica esportiva reduz a ansiedade. Com ela, comeamos a nos sentir capazes de superar pequenos desafios. Ficamos mais atentos ao corpo e, como consequncia, isso aumenta nossa satisfao pessoal. "Quando nos sentimos mais atraentes, aumentamos a probabilidade de fazer sexo", analisa a psicloga clnica e esportiva Carla Di Pierro, especialista em Psicologia do Esporte, de So Paulo.
bom lembrar que o ato parte da necessidade bsica de qualquer ser humano. Mas, como tudo na vida, preciso evitar os exageros. No sexo ou na corrida, o excesso pode, sim, gerar muito cansao e acabar causando o efeito contrrio. Atletas amadores ou profissionais tm o risco de sofrer com a sndrome do overtraining, causada quando existe exausto fsica e emocional.
"Corredores que exagerarem nos treinos e tiverem dficits na recuperao e alimentao podem ter sua libido diminuda", alerta a psicloga Carla Di Pierro. Somado ao estresse, o indivduo pode comprometer tanto seu desempenho fsico quanto seu interesse sexual.
No sexo, movimentos e posies amplos, bruscos, rpidos e duradouros podem ocasionar cimbras, contraturas musculares e estiramentos. No entanto, se realizado de forma mais passiva, a dica : pratique, pois ele auxilia na diminuio da tenso e da ansiedade, facilitando o sono, indispensvel para as noites que antecedem as competies esportivas.

Para o exerccio fazer bem mente, o praticante deve se desligar dos problemas cotidianos
Equilbrio entre o corpo e a mente

Embora seja natural, endorfina em demasia tambm pode causar alguns efeitos negativos. Para a psicloga Vanessa Cabral, do Centro de Treinamento Integrado, de So Paulo, isso pode acontecer com pessoas com mais predisposio para atividade sexual que a maior parte da populao.
A psicloga explica que, como a sexualidade energia, o indivduo pode canaliz-la totalmente na atividade fsica, tendo, por um lado, a recompensa do prazer provocado pela endorfina, porm, por outro, o isolamento. "Um adulto na faixa dos 40-45 anos de idade, por exemplo, tem considerado sua sexualidade elevada caso ele sinta a necessidade de praticar sexo todos os dias, o que seria esperado de um jovem na faixa etria dos 15-20 anos.
Canalizar esta necessidade s no esporte ou s no trabalho faz a pessoa ficar mais individualista, irritadia e antisocial, pois comea a achar que um ou outro bastam", alerta Vanessa Cabral. Caso semelhante aconteceu com uma paciente tratada pela psicloga h pouco mais de um ano. Executiva, 32 anos, Marta (nome fictcio) era totalmente dedicada ao trabalho.
Perfeitamente enquadrada no perodo de fertilidade 30 a 40 anos , Marta deixou, inconscientemente, sua sexualidade de lado para se sobressair profissionalmente. No auge do estresse, ela escolheu a corrida e a natao como vlvulas de escape, porm, os excessos, somados ao esgotamento provocado pelo trabalho, a fizeram parar de menstruar.
"Ela uma executiva que viveu mais o lado masculino do mundo. Na verdade, ela vivia s a mente, sem tempo para descansar, relaxar e se curtir", analisa a psicloga. Como uma bola de neve, o estresse eleva o nvel da atividade mental e fsica, tendo como consequncia a reduo da libido sexual.
O educador fsico Rodrigo Espanhol, de So Paulo, especialista em biomecnica, reeducao postural e treinamento, explica que a melhor forma de tratar o problema buscar o equilbrio entre o emocional e o fsico. Correr de 2 a 4 vezes por semana, de 30 minutos a 1 hora cada, pode contribuir para esse reequilbrio.
No entanto, ele alerta: "Tambm no adianta sair por a pensando nos problemas que precisa resolver ou coisas para fazer. A pessoa tem de se desligar do mundo, prestar ateno na forma em que est praticando a atividade e usar os alongamentos antes e depois da corrida, como quase um processo de meditao", aconselha.

7 Benefcios da corrida
1-Formao da massa ssea: o impacto causado pela corrida induz a mineralizao dos ossos, fortalecendo-os e contribuindo para a preveno da osteoporose.

2-Aumenta a capacidade respiratria: quando corremos, inspiramos e expiramos de forma mais intensa, exigindo mais dos pulmes. A maior capacidade pulmonar reduz o trabalho do corao na realizao de um esforo fsico, alm de auxiliar na preveno de doenas respiratrias.

3-Fortalece o sistema cardiovascular: exerccios aerbicos (como a corrida) favorecem o aumento da elasticidade e do poder de contrao das artrias. Mais forte, o corao poupado, pois capaz de bombear mais sangue com menos batimentos cardacos.

4-Diminui o colesterol ruim: a prtica de exerccio fsico trabalha contra a formao do LDL e aumenta os nveis do colesterol bom, o HDL, reduzindo a probabilidade de problemas coronrios.

5-Melhora a tonicidade muscular: amplia o grau de firmeza dos tecidos musculares, que se revelam com mais vigor e energia, contribuindo tanto para a aparncia fsica quanto para a resistncia e fora.

6-Melhora a qualidade do sono: em decorrncia da liberao da endorfina, a sensao de bem-estar e relaxamento aumenta. O sono acaba sendo mais tranqilo e reparador.

7-Aumenta a autoestima: a liberao de hormnios do bem-estar e os resultados fsicos fazem que a pessoa se sinta viva, bem com ela mesma, cheia de energia e segura.




Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2021 - Desenvolvido pela Williarts Internet