Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

04/02/2010 - Causos da bola: Dvida com pai-de-santo no paga d azar

Sem ganhar ttulos h nove anos, o Nutico teve que pagar dvida com pai-de-santo para exorcizar a m fase.

Em 1962, o centro avante Bita pediu ao pai Edu que "trabalhasse" a sua carreira. No primeiro jogo aps o pedido, um clssico contra o Sport, o atacante fez os dois gols da vitria do Nutico. Protegido pela mandinga do babalorix, o time foi campeo de 1963 a 1966.

O craque do Nutico garantiu o Pai Edu, no foi nenhum jogador de carne e osso, mas a entidade Zepelintra, que transformava qualquer perna-de-pau em aspirante a Pel. Assim, o Nutico foi colecionando ttulos. Exigente, Zepelintra pedia que diretores do clube entornassem litros de cachaa em cultos de agradecimentos. Indignadas com as bebedeiras, s freiras do colgio onde estudavam filhos de dirigentes exigiram o afastamento do pai Edu.

"Deixei o clube, mas disse que o Nutico ia apanhar at me pedir perdo", conta o pai-de-santo. Aps sete derrotas seguidas, os dirigentes resolveram voltar a consultar o babalorix. "Foi prometido um boi caso eu fizesse o Nutico ser campeo". Em 1967, veio o pentacampeonato, mas nada da entrega do animal. No ano seguinte, quando o titulo j estava quase nas mos do Sport, o pai-de-santo foi chamado outra vez. Ele faria o servio, mas queria pagamento adiantado. "S que mandaram um boi castrado e eu queria um boi inteiro", diz o babalorix. Como j era dia da deciso, prometeram entregar um outro animal, sem cortes. O Nutico conquistou o hexacampeonato estadual, nico titulo da histria do futebol pernambucano, mas os dirigentes esqueceram de mandar o touro.

Por culpa da mandinga ou no, entre 1968 e 1998, o Nutico somente ganhou quatro ttulos de campeo. No inicio de 1999, o caso da divida foi lembrado e, na esperana de esconjurar o mau-olhado, os diretores resolveram salda-la. Desta vez, Zpelintra no seria contemplado, mas o prprio Exu, mais poderoso e, por isso mesmo, mais caro. Fora o boi, foram entregues quatro bodes e oito galinhas. "Estamos nos livrando de um grande peso", disse o diretor Paulo Regueira, incubido da misso de fazer o pagamento redentor.

O Nutico pagou a divida, mas pai Edu e suas entidades no puderam sabore-la. A mulher de um diretor do clube denunciou ao Ibama, entidade de proteo ao meio ambiente, que os animais seria sacrificados. A policia foi chamada e os bichos, salvos. "Mesmo sem o sacrifcio, a divida foi paga e o time no corre mais risco nenhum" garante pai Edu.

Por culpa da mandinga ou no, os ventos comearam a soprar a favor do Nutico que fez uma boa campanha no campeonato de 1999. E uma semana depois do pagamento, um ladro invadiu a sede do clube e abordou o presidente Josemir Correia. O ladro tentou disparar um tiro contra a cabea do presidente. Acredite, a arma falhou e o ladro fugiu.


Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2022 - Desenvolvido pela Williarts Internet