Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

22/01/2009 - Mano Menezes não quer saber da palavra "favoritismo" no Timão

Mano Menezes cerrou o punho e socou três vezes a cadeira onde estava sentado para afastar um mau presságio: "Já pensou se perdemos o Souza, machucado, logo no começo do Campeonato Paulista?". O comentário do técnico do Corinthians era um argumento para negar o favoritismo atribuído à sua equipe na competição.




Hoje, o substituto imediato de Souza é Otacílio Neto, uma vez que Ronaldo e Acosta ainda não estão recuperados fisicamente e Dentinho segue com a seleção brasileira sub-20. Para piorar, Morais cumpre suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). "Com o Otacílio, mudaríamos toda a configuração ofensiva do nosso time. Esqueceram-se de que ele joga com o mesmo pé do Jorge Henrique?", perguntou Mano.




Para diminuir a ansiedade que a manutenção da base de sua equipe e a contratação de seis jogadores geraram, o treinador confessou que fez questão de esfriar os ânimos logo na primeira resposta de sua entrevista coletiva, nesta quarta-feira. "Internamente, faço isso com mais ênfase ainda. É mais fácil se deixar levar pelos elogios do que pelas críticas negativas. Precisamos saber que, apesar de tudo que fizemos, muita coisa pode não dar certo no Campeonato Paulista. Por exemplo, como eu já disse, corremos o risco de perder atletas", reforçou.




O Corinthians se precaveu fisicamente contra as lesões. Iniciou a pré-temporada com bastante antecedência em relação aos seus principais adversários, já no final do ano passado. "Mas disputaremos oito jogos em 30 dias. Tudo pode acontecer nesse período, o que é absolutamente normal dentro do futebol. Para as coisas darem certo, elas costumam se encaixar perfeitamente. Quando é para não dar, elas se desencaixam", alertou o comandante da equipe.

Mano Menezes sabe quem será visto como culpado caso o Corinthians de Ronaldo (embora o atacante ainda não tenha condições físicas para jogar) se desencaixe no Campeonato Paulista. "Sempre a culpa é do treinador", lamentou, com um sorriso no rosto


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet