Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/e8de9879c372a338d2b3e886e08492a8.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

22/01/2009 - Sao Paulo derrapa e só empata com Ituano pelo Paulistão

O técnico Muricy Ramalho apostou na base da equipe campeã brasileira para tentar estrear com vitória neste Campeonato Paulista, mas a decisão do treinador não ajudou o São Paulo a superar seu primeiro adversário da temporada. Em partida no estádio do Morumbi, na noite desta quarta-feira, o Tricolor só empatou por 1 a 1 com o Ituano.

Escalado com apenas uma novidade em relação à base do ano passado (Renato Silva na vaga de Rodrigo), o time de Muricy criou oportunidades para vencer o jogo, mas não aproveitou as chances. O Tricolor começou na frente no placar, com gol de Hugo. No entanto, ainda no primeiro tempo, o Ituano empatou com gol contra de Miranda, que desviou a bola depois de cabeceio de Ricardo Xavier.

No decorrer do jogo, Muricy ainda tentou dar um novo perfil ao São Paulo, com as estreias de Arouca e Wagner Diniz. Porém, o Ituano conseguiu se defender com eficiência para suportar a pressão do atual campeão brasileiro. O Tricolor voltará a campo pelo Estadual no domingo, quando enfrentará a Portuguesa, no Canindé.

O jogo: O São Paulo aproveitou seu entrosamento para começar o jogo apostando em uma jogada que se transformou em sua especialidade nos últimos anos: a bola aérea. No primeiro minuto de partida, Jorge Wagner cobrou escanteio para a área e Renato Silva cabeceou para fora.

No lance seguinte, o Ituano respondeu com Henrique, que avançou entre a defesa são-paulina e bateu no meio do gol, facilitando para Rogério Ceni. O Tricolor, então, fez nova investida aérea, mas Hugo foi atrapalhado pela defesa e cabeceou para fora. Depois dos primeiros minutos de jogo, o São Paulo decidiu mudar sua postura e passou a investir mais em troca de passes pelo chão. Em uma das oportunidades, Borges rolou para Dagoberto, que chutou na defesa. O rebote sobrou para Borges finalizar, mas Alexandre Fávaro defendeu.

Debaixo de garoa no Morumbi, o Ituano se encolheu atrás, à espera da oportunidade de armar o contragolpe. O São Paulo, por sua vez, seguiu mais perigoso e conseguiu abrir o placar, aos 12 minutos. Borges recebeu na área e fez o pivô para servir a Hugo. O meia apareceu de frente para a meta e tocou com tranquilidade para as redes, marcando o primeiro gol do São Paulo neste Estadual. Na jogada seguinte, Jorge Wagner bateu de longe e exigiu defesa do arqueiro adversário.

Com o gramado molhado, o time de Muricy Ramalho arriscou algumas oportunidades de longe. Hernanes chutou da meia-esquerda e viu a bola bater no lado de fora das redes. Instantes depois, foi a vez de Dagoberto bater de longe, mas para fora. Na sequência, Jean soltou um foguete e obrigou o goleiro adversário a se esticar para salvar o Ituano. Com amplo domínio do jogo, o São Paulo quase marcou o segundo com Hugo, que driblou o zagueiro na área e chutou para fora.

Depois de pouco atacar, o Ituano se lançou ao ataque quando a etapa já se aproximava do fim. Henrique avançou e bateu, mas Rogério defendeu. No lance seguinte, o goleiro tricolor segurou cobrança de falta de Alex Afonso. Porém, aos 35 minutos, o time visitante conseguiu igualar a contagem. Ricardo Xavier recebeu cruzamento da direita e cabeceou. A bola desviou no peito de Miranda, enganou Rogério Ceni e bateu na trave antes de entrar na meta são-paulina.

O Tricolor, então, foi à frente para pressionar os visitantes. Hernanes fez boa jogada individual na área e tentou tocar por cobertura, mas Alexandre Fávaro defendeu, enquanto Dagoberto pedia bola na área. O Ituano, por sua vez, sofreu uma baixa nos minutos finais da etapa. Alex Afonso, contundido, foi substituído por Anderson Aquino. No último lance antes do intervalo, Hernanes chutou forte de longe e o goleiro espalmou para fora.

No intervalo, Muricy Ramalho promoveu mais uma estreia na equipe do São Paulo. O lateral-direito Wagner Diniz substituiu Joilson. O Tricolor voltou a campo com a disposição de pressionar o time de Itu. Na primeira oportunidade da etapa, Jorge Wagner cobrou falta e Hugo cabeceou para fora. Instantes depois, Wagner Diniz fez fila na defesa adversária e tocou para Borges, que, em posição irregular, mandou para as redes. O árbitro assinalou impedimento e não validou o gol.

A defesa visitante passou a dar espaços para o São Paulo, que criou duas oportunidades com sua dupla de frente. Borges dominou na área e demorou para decidir o que faria com a bola, facilitando o trabalho da defesa. No lance seguinte, Dagoberto avançou pela esquerda, driblou um marcador e chutou nas mãos do goleiro. O São Paulo aumentou a pressão sobre os visitantes. Hugo invadiu a área e deixou um defensor no chão com seu drible, mas tentou dar mais um toque antes de finalizar e permitiu a chegada de Anderson.

Aos 16 minutos, Hugo recebeu atrás da zaga na esquerda e bateu cruzado, mas para fora, assustando o Ituano. O Tricolor passou a buscar o ataque com mais insistência e velocidade, mas também deixou mais espaços para o contragolpe do adversário. Em nova investida do time local, Hugo cruzou da esquerda e Alexandre Fávaro tirou dos pés de Borges.

Para tentar dar um novo ritmo à partida, Muricy mudou a forma de sua equipe jogar ao tirar o atacante Dagoberto para promover a estreia do meio-campista Arouca. Desta forma, Hugo se posicionou ainda mais avançado. Aliás, o meia quase marcou um golaço quando arriscou uma bicicleta e mandou por cima do travessão. Já em nova chance do Tricolor, Rogério Ceni carimbou a barreira em cobrança de falta. Do outro lado, Ricardo Xavier dominou com liberdade na área, mas bateu para fora. Mesmo com a entrada de André Lima nos minutos finais no lugar de Hugo, o São Paulo não conseguiu evitar o empate em casa.


Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2020 - Desenvolvido pela Williarts Internet