Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/fec45e1984a2a00cf98dfeff1bd211a0.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

14/01/2009 - Tunel do tempo: Verdão Campeão Brasileiro de 1972

O campeonato de 1972 teve início no dia 9 de setembro e término em 23 de dezembro. Participaram 26 clubes, disputando 352 jogos. No total foram 731 gols marcados, com uma média por jogo de 2,08 gols. A média de público foi de 17.591 pagantes por partida.

Decisão
O segundo Campeonato Brasileiro de futebol foi muito equilibrado em todas as suas fases. Na semifinal, o Palmeiras enfrentou o Internacional em jogo único. Como tinha melhor campanha, bastou ao time de Osvaldo Brandão o empate por 1 a 1 para carimbar o passaporte para a grande final contra o Botafogo (RJ), que bateu o Corinthians por 2 a 1.

A vantagem palmeirense para esta final era enorme. Além de jogar em casa, o Verdão poderia empatar para sagrar-se campeão brasileiro pela primeira vez.
A partida, entretanto, não seria tão fácil. O Botafogo contava com um time muito forte, e a partida entre os dois, na fase de classificação, acabou num empate por 2 a 2.

A final aconteceu no dia 3 de dezembro de 1972, com mais de 60 mil pessoas presentes no Morumbi. O jogo foi muito equilibrado. O goleiro botafoguense Caro começou muito bem a partida, parecendo que iria brecar o ímpeto ofensivo da academia palmeirense. O Botafogo, por sua vez, também deu muito trabalho ao Verdão, mas esbarrou no goleiro Leão, que também fez uma grande partida. O jogo continuou equilibrado até que o árbitro Agomar Martins apitou o final: 0 a 0, e o Palmeiras conquistou seu primeiro Campeonato Brasileiro.

Final


PALMEIRAS 0 x 0 BOTAFOGO

Data - 23 de dezembro de 1972

Estádio - Morumbi

Palmeiras - Leão – Erico, Luís Pereira, Alfredo, Zeca – Dudu (Zé Carlos), Ademir da Guia – Edu (Ronaldo), Leivinha, Madruga e Nei.
Técnico: Oswaldo Brandão


Botafogo - Cao – Valtencir, Brito, Osmar e Marinho – Nei e Carlos Roberto – Zeguinha, Jairzinho, Fisher e Ademir (Ferreti).
Técnico: Sebastião Leônidas

árbitro - Arnaldo César Coelho


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet