Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

14/10/2008 - Diferente do que alguns pensam Deto Pereira ja desfilou seu bom futebol

Time do América, vice-campeão paulista sub-20 de 1974. De pé: Pedro Favarini (dirigente), Deto Pereira, Sidney, Baldini, Gilberto, Ademir Gomes, Aulus e Mané Mesquita (técnico); agachados: Laranjinha, Valtinho, Cândido, José Luiz Chaim e Calé

Embora tenha chegado no anonimato e lutando com toda a garra a cada partida para mostrar ao torcedor do Touro do Vale todo o seu conhecimento, o técnico do Barretos Esporte Clube, Deto Pereira, não entrou no meio futebolistico como um simples curioso.
Conhecido no futebol profissional como um dos melhores "espioes" na dificil arte de passar para a sua comissão técnica a forma tatica como o adversario se posiciona em campo, Deto Pereira tambem ganhou destaque no interior pelo bom futebol apresentado no periodo em que foi atleta.
Tendo a oportunidade de envergar, com muita qualidade técnica, a camisa do América de Rio Preto, Deto Pereira esta inserido em um dos melhores momentos da história do América, pois fez parte de um belo elenco, talves o mais expressivo da categoria do clube.
Em 1974, mas expecificamente no dia 21 de dezembro, Deto Pereira enfrentou o Corinthians na grande final do Campeonato Paulista sub-20.
O time de Rio Preto ficou com o vice campeonato graças a um gol de falta do zagueiro Zé Eduardo, aos 47 minutos do segundo tempo.
Naquele mesmo ano a equipe sub-20 do América conquistou o titulo do interior, superando o Noroeste.
Nesta época o América tinha em suas fileiras o seguinte time:
Pirangi; Deto Pereira, Baldini, Luis Fernando e Ademir Gomes; Beline, Sidney e Marcelo; Luis Poiani, Paulo Cesar Donega e Calé
Bons tempos aqueles em que o interior tinha força comparada aos grandes clubes da capital.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2018 - Desenvolvido pela Williarts Internet