Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

18/07/2013 - Corinthiano Patrício Augusto ironiza após título da Recopa

Corinthiano Patrício Augusto comemora no telhado de sua casa e ironiza após título da Recopa

O Timão não dá mais emoção. Agora vou torcer para o Nho Quim de Piracicaba

O jornalista Patrício Augusto adquiriu um hábito nos últimos anos, de comemorar em cima do telhado de sua casa os títulos conquistados pelo Corinthians. Nos últimos anos isto tornou-se uma rotina, já que o Timão vem conquistando campeonatos seguidamente. Seus amigos, principalmente os frequentadores do Bar do Guell, nas imediações de sua casa, brincam e "alertam" para ter cuidado em não cair.
"Não tem perigo, são tantos títulos comemorados, que o telhado já se acostumou comigo", responde Patrício Augusto. Perguntado como surgiu a idéia da comemoração inusitada, o Jornalista respondeu que a primeira vez ocorreu quando o piloto Felipe Massa, perdeu o título de uma temporada da Fórmula Um na última volta.
Naquela oportunidade, o Corinthians havia caído para a Segunda Divisão do Brasileiro e o Piloto, torcedor do São Paulo, tirou uma onda em cima da queda do Timão. "Massa jamais poderia ter feito o que fez. Não respeitou a Nação. Nada contra escolher o time do coração. Faz parte. Mas, como figura pública nacional, deveria ser simpático com todos os clubes do País, cujos torcedores, por conta de representar o Brasil, torcem – no meu caso, torcia, para Massa. Após a onda que tirou, larguei mão", frisa Patrício Augusto.
"Quando a corrida acabou e Massa perdeu o título, subi no telhado e comemorei. Nunca mais torço para o Piloto. Então, isto virou uma prática, pois o Corinthians passou a ganhar tudo, praticamente tem o seu próprio estádio pronto, centro de treinamento é respeitado em todo mundo.
Nesta semana, na quarta feira, 17 de julho/13, após mais um título ganho pelo Corinthians – a Recopa sulamericana, sobre o São Paulo, com duas vitórias 2 x 1 e 2 x 0, Patrício Augusto comemorou mais uma vez no telhado. No dia seguinte, ironizou, vestindo a camisa 10 do XV de Piracicaba, que ganhou numa ocasião quando o time piracicabano veio jogar em Barretos.
"Não torço mais para o Corinthians. Tá sem graça demais. Toda a hora, todo dia, todo mês, todo ano, década, século, é título ganho. O proprietário da banca até me ofereceu um pôster, mas falei pra ele que são tantos em casa, que não tenho mais lugar para por. Então virei torcedor do Nho Quim. Pelo menos vou ter emoção. Cai de divisão, volta, não tem título de expressão nacional, é do interior paulista e alvi negro também", brinca Patrício Augusto.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2017 - Desenvolvido pela Williarts Internet