Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

09/02/2012 - XV Jaú perde outra, Tecnico balança e zagueiro diz sentir vergonha

O XV de Jaú novamente decepcionou fora de casa. Com um gol em cada tempo da partida, o Juventus bateu o Galo por 2 a 0, ontem à tarde, no Estádio Conde Rodolfo Crespi, em São Paulo.
Com essa vitória, o Moleque Travesso foi a quatro pontos e conseguiu se distanciar da zona da degola, onde agora está o XV, com apenas dois pontos somados na competição.
Na próxima rodada, o XV recebe o Batatais, um dos primeiros colocados da tabela, novamente em busca da conquista da primeira vitória no campeonato. O duelo no Estádio Zezinho Magalhães será neste sábado, às 19h.

Apático

O roteiro na Rua Javari foi o mesmo das três partidas anteriores do XV de Jaú nesta temporada. Pouco futebol e o goleiro Walter fazendo defesas importantes. Além da chuva, que castigou bastante o gramado do time da Mooca. Os chutes de Ricardo Lopes foram os únicos que realmente ameaçaram a defesa grená. Mais uma vez, o ataque do time jauense não funcionou.
Então o Juventus abriu o marcador com Lello, aos 42 minutos, que aproveitou cruzamento para cabecear para o fundo das redes do Galo. Na segunda etapa, o XV buscou mais o ataque, mas não conseguiu marcar. O técnico Toninho Cobra promoveu três substituições, que foram insuficientes para alterar o placar.
Aproveitando contra-ataques, o Juventus ainda teve tempo para marcar o segundo gol, com Thiaguinho, já nos acréscimos do jogo. O juventino recebeu passe de Reginaldo, aproveitou a falha na marcação jauense e chutou na saída do goleiro Walter.

Falta

Após o apito final do árbitro, o técnico Toninho Cobra, com o cargo ameaçado, preferiu não dar entrevistas.
Já o polivalente Ricardo Lopes, o Reca, destaque da partida do lado quinzeano, resumiu seu sentimento após mais uma derrota fora de casa em poucas palavras: "Nunca passei tanta vergonha. Quem entende de futebol sabe que está faltando muita coisa em nossa equipe".

Uma reunião hoje pela manhã, no Jauzão, deve decidir o futuro de jogadores e comissão técnica do XV para a sequência do Campeonato Paulista da Série A-3. Não está descartada a dispensa de jogadores e a saída do treinador Toninho Cobra – que não havia sido confirmada até a noite de ontem. Cobra chegou a entregar o cargo após a derrota para o Capivariano (2 a 1), no sábado passado, mas a diretoria não aceitou. O presidente do clube, José Antonio Construtor de Oliveira, adiantou após a partida diante do Juventus que o treinador não tem culpa sozinho pelos resultados negativos, alegando que "a bola não entra". "Fazer o quê, se o pessoal não põe para dentro", afirmou Construtor ainda no estádio da Rua Javari.
Mesmo com os torcedores jauenses reclamando por causa do preço do ingresso (R$ 20 a inteira), os preços serão mantidos para o duelo deste sábado, diante do Batatais, no Estádio Zezinho Magalhães. Os ingressos já estão à venda na secretaria do Jauzão.


Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2020 - Desenvolvido pela Williarts Internet