Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

16/01/2012 - XV Jaú empata amistoso e esclarece dispensas

Na foto, Ricardo Lopes bate pênalti em Fabiano Heves faz o gol de empate do XV contra Santacruzense




O XV de Jaú empatou por 2 a 2 com a Santacruzense na manhã de sábado no Jauzão. Foi o terceiro amistoso do time jauense nessa pré-temporada para a Série A-3. O Galo marcou logo aos 13 minutos com o lateral-direito Jean, que cruzou da direita e encobriu o goleiro. Na segunda etapa, em seis minutos, o time de Santa Cruz do Rio Pardo virou o jogo com gols de Lipe e Zé Anderson. Mas Ricardo Lopes empatou pouco depois, cobrando pênalti.
Para completar o ciclo de amistosos o XV espera agora pelo União São João, de Araras, na partida marcada para as 15h30 de quarta-feira, também no Jauzão. Antes deste confronto, o Galo empatou sem gols com o São Carlos e perdeu por 2 a 1 para o Noroeste.
No fim da partida contra o Santacruzense, clube que vai disputar a Série A2, o técnico do XV, Toninho Cobra, ressaltou a qualidade do adversário, que "valorizou bastante" a boa atuação quinzeana. "Num vacilo no início do segundo tempo, em seis minutos, levamos dois gols", lamentou. Ele entende que tem ainda muita coisa para acertar, especialmente para corrigir os altos e baixos ao longo dos 90 minutos.
Para quarta-feira, contra o União, ele prevê um entrosamento ainda melhor, mesmo porque talvez só faça as três substituições previstas num jogo oficial. O objetivo é dar ritmo aos escolhidos para serem titulares no campeonato.
No jogo de hoje, o XV jogou com Walter; Jean (Bruno Ignácio), Du Lopes, Kélis e João Paulo (Thiago) (Rafael Fusca); Luís Fernando, Eduardo (Rodriguinho), Ricardo Lopes e William Baiano (Vinícius); Asprilla (Júlio César) e Lourival.
Diretoria esclarece: lateral Ceará não estava na 'balada'
A diretoria do XV de Jaú se manifestou na manhã neste sábado a respeito da dispensa de dois jogadores ocorrida na manhã de sexta-feira. O objetivo foi esclarecer notícias divulgadas em jornais, rádios e sites esportivos acerca da saída do elenco do goleiro Anderson e do lateral Ceará.
"O Ceará não se encontrava embriagado, como foi noticiado por ai", informa o gerente de futebol do XV, Wagninho Rivera. Segundo ele, o jogador também não chegou ao clube de madrugada na companhia de Anderson. Ceará teria saído com o colega, mas retornado ao clube por volta das 22h20, quando o goleiro decidiu sair novamente.
A decisão de dispensar Ceará do elenco, portanto, nada tem a ver com questão indisciplinar. Ceará chegou ao XV na segunda-feira (9), foi apresentado na terça-feira, mas não chegou a assinar contrato com o XV. Formalmente, o atleta Éderson Martins da Silva não chegou a ser atleta do Galo.
Sobre Anderson, o goleiro que chegou ao clube às 6h20 da manhã, o gerente Wagninho explica que a dispensa foi por causa da indisciplina - o horário previsto para retornar ao estádio é 22h. "O goleiro pediu desculpas para mim. Apesar de ter se retratado, ele foi dispensado".


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet