Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

24/06/2008 - Crônica do Luis Antonio: "O Mundo Fantástico do Futebol Varzeano"

Fonte: Jornal O Diário de Barretos, página Caminhos do Esporte


CRÔNICA DO ESPORTE

O Mundo Fantástico do Futebol Varzeano

Há um carisma no futebol varzeano. É verdade que perdeu o sentido "amador" em sua essência genuína. Entretanto, a paixão está mais viva do que nunca. Um domingo de bola significa encontros, diversão, brincadeiras, apostas e até mesmo a torcida pelo time preferido. Incluindo - evidentemente - gritos contra a arbitragem.
O jogo de domingo entre Vila Rios e ADPM teve fogos de artifício, carro de som, presença de autoridades, cartolas e torcedores. O pai que foi ver o show da Alciony Menegaz sábado, no Grêmio, domingo levou sua criança ao campo do bairro Paulo Prata. Mulheres e jovens, umas loiras, outras mulatas, deram o ar da graça.
A partida começou tensa. O juiz deu amarelo para Paulinho com um minuto de jogo. O jogador da ADPM deu um carrinho por trás e mereceu o cartão. Aos 7, Buiu caiu na área, mas o árbitro não foi na onda do atacante da Vila Rios e nada marcou. Aos 20 minutos, Dudu ofendeu moralmente o juiz e tomou o vermelho. Apesar de jogar com 10, a ADPM impôs o ritmo da partida e fez 1 a 0 aos 30. Uma cabeçada certeira do atacante Maurão, sem defesa para Marcelo. Na etapa final, a ADPM fez mais 2 e consolidou a vitória por 3 a 0.
O barretense foi ali para fazer seu domingo diferente mais comum. Encontrou o prefeito, falou com o secretário, fez pedido ao vereador. Agora, na Toca do Lobo, o torcedor pode ficar "encostado no alambrado".
- Será muito pedir à prefeitura estudos para construção também de arquibancadas?
Ali no bairro Paulo Prata, o campo que ganhou alambrado, oferece condições para instalação de "arquibancadas abertas", atrás de ambos os gols. Nas laterais não é possível, em função do limite da rua. Entretanto, uma arquibancada bem projetada pode dar ao local uma nova "cara de acolhimento".
O compromisso político era construir a sede da Liga, reconhecendo que a entidade é promotora de lazer e esporte, inclusão social e valorização humana. Mas agora que a sede será inaugurada dia 28, o próximo compromisso pode ser com o torcedor. Principalmente em áreas com viabilidade técnica e espaço físico, como é o caso da Toca do Lobo. A segurança para os atletas foi ampliada com o alambrado. Agora, uma iniciativa feliz é pensar em prestigiar o torcedor.
O Cidadão é um mundo fantástico. Quando se junta a tudo isto o ingrediente da paixão do torcedor, não importa o quanto a bola sofre, desde que role. Se tiver o "conforto" de uma arquibancada aberta e simples, o seu domingo será perfeito. Se o juiz não roubar e seu time ganhar.

Luiz Antonio Monteiro é cronista de O Diário


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet