Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

15/07/2011 - Veja a entrevista com Zenon ex-jogador do Corinthians

O catarinense Zenon de Souza Farias, 57, vive sempre de bem com a vida. O meia nasceu em Tubarão, no dia 31 de março de 1954, é um ex-futebolista brasileiro. Atualmente, trabalha como comentarista esportivo na TV Século 21, no programa que vai ao ar das 12h às 13h (MS).

Como jogador, Zenon atuava como meio-campista armador, posição na qual se destacou, graças a qualidades como a precisão de seus lançamentos e cobranças de faltas. Zenon iniciou sua carreira profissional no Hercílio Luz Futebol Clube de sua Cidade Natal.

Depois atuou em clubes como o Avaí, Guarani (foi um dos principais destaques do time que se consagrou campeão brasileiro de 1978), Corinthians (participou do famoso time da Democracia Corintiana, bicampeão paulista em 1982 e 1983), Atlético Mineiro e Portuguesa de Desportos.

Foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira em 1978, quando ainda atuava pelo Guarani. Porém, teve poucas chances com a "amarelinha": jogou pela Seleção em 6 partidas (três vitórias, um empate e duas derrotas). Teve ainda passagens pelo futebol da Arábia Saudita, onde vestiu a camisa do Al Ahli.

Atualmente Zenon reside na cidade de Campinas, trabalha como comentarista esportivo na TV Século 21, juntamente com Beto Quinalha, Luiz Antonio Piva e do atacante Antonio de Oliveira Filho, o Careca, seu ex-companheiro de Guarani, também promove e atua em amistosos da Seleção Brasileira e do Corinthians Masters.

Como pode ser definida a marca Zenon?

Posso lhe garantir que é uma marca do bem, que foi abençoada por Deus com dons e soube aproveitar da melhor possível as oportunidades oferecidas que também são na verdade para todos. Apresenta falha como qualquer ser humano, mas que gosta de apreciar tudo de positivo que a vida lhe oferece.

Nada tenho nada contrário com relação aos feitos realizados ao longo da minha existência, pois na maioria das vezes, o propósito divino esteve ao meu lado. Agradeço a Deus pelas vitórias alcançadas e peço a todos, em especial às crianças que nunca deixam de buscar conhecimento, ter atitude séria e responsável em todas as circunstâncias.

Como fazer para alcançar sucesso na vida como jogador profissional?

Para alcançar sucesso é preciso antes de tudo ser muito dedicado no que faz, perseverante e e ter competência. A vida é maravilhosa em todos os aspectos. Ninguém consegue chegar ao topo sem dar o passo inicial.

Uma construção não pode ser edificada de cima para baixo. Planejamento é a palavra de ordem quando se inicia um empreendimento. O sol nasce para todos, para os bons e para os ruins, Deus olha indistintamente para os seus. Esse é o sentimento que tem que nortear nossas atividades. Essa realidade não pode ser diferente no campo futebolístico, desde as categorias de base.

Você é feliz com o que o futebol lhe proporcionou?

Sim, Sim, muito feliz, porque fiz muitos amigos e proporcionei muitas emoções. Dentro das minhas possibilidades tenho certeza que procurei desempenhar minhas tarefas da melhor maneira. Por meio do esporte pude conhecer muita gente, conviver com diversas personalidades, enriqueci culturalmente.

Nunca deixei de cumprir meus compromissos como jogador profissional e hoje como cidadão. Em primeiro lugar tem que haver respeito pela qualidade de vida. Somos falhos na verdade, mas temos tudo para contribuir na construção de uma sociedade justa e cônscia de sua responsabilidade.

O que você sabe de MS, mais precisamente de Dourados e Navirai, cidades que você vai estar juntamente com o elenco máster do alvinegro em outubro?

Dourados eu já conheço, quando estive com o Corinthians na década de 80. Sem dúvida é uma bela cidade, muito hospitaleira e creio que como nos demais municípios brasileiros há muitos apaixonados pelo Timão de Parque São Jorge.

Espero juntamente com meus companheiros ser bem recebido em outubro próximo, é grande a expectativa do grupo por esse jogo, e quanto a Naviraí não sei muita coisa, mas também é habitado por gente progressista e que gosta do Corinthians. Essas apresentações em MS levanta o ego da rapaziada, com certeza.

Seu desempenho como comentarista na TV Século 21 (rede nacional) é bastante satisfatório, existe alguma assédio de outras emissoras?

Já trabalhei em outras emissoras como o Sport TV, onde fiquei por três anos, inclusive fiz a Copa do Mundo de2002 e fui considerado um dos melhores comentaristas. Estou contente no programa Século 21 Esporte ao lado de gente gabaritada como o Beto Quinalha, Luiz Antonio Piva e o Careca. É gostoso ser reconhecido por aquilo que você faz, principalmente com amor.

Sabemos da responsabilidade de interagir com público de todas as regiões brasileiras.

Qual foi seu melhor momento na carreira futebolística?

Em todos os clubes que defendi obtive sucesso, sendo campeão em quase todos eles. Trago boas recordações da minha vida profissional desde o inicio. Atualmente, o Brasil passa por uma situação em que os valores éticos, familiares e morais estão sendo questionados, é hora da sociedade se valer de sua força e partir para o contra-ataque, no sentido de livrar crianças do convívio degradante e o apoio ao esporte é uma arma poderosíssima nessa questão.

Tem alguma decepção?

Talvez a de não ter sido melhor aproveitado na Seleção Brasileira.


Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet