Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/fdc82bb13fe4ec0afc4f49c7ec15d656.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

10/06/2011 - Marcelinho Carioca: Uma história dentro do Corinthians

Maior campeão, Marcelinho Carioca viveu glórias, trauma e foi contagiado por sentimento de louco. Todo corintiano se orgulha de fazer parte do bando de loucos, como é cantado a cada jogo na arquibancada. É justamente essa loucura que pegou Marcelinho Carioca logo em sua chegada ao clube em que se tornou o maior vencedor de sua História.
- Lembro como se fosse hoje quando entrei no Parque São Jorge e já levei um baita susto. Primeiro tocou, do nada, uma sirene muito alta. Ai começou a chegar gente por todos os lados já colocando os dedos na minha cara e avisando: "Aqui é Curintcha!" Eu achei muito louco e avisei ao (então presidente, Alberto Dualib) que iria fazer História no clube.
E como fez! Em seu primeiro jogo oficial, em janeiro de 1994, fez gol na vitória sobre a Portuguesa, no Pacaembu, e apresentou à Fiel sua mais letal arma: o pé direito em cobrança de falta. Começava a era Marcelinho no clube.
Em 1994, o Timão faturou o Troféu Bandeirantes, que rendeu a vaga na Copa do Brasil do ano seguinte. Marcelinho balançou as redes 205 vezes pelo Corinthians e ajudou na conquista de dez títulos, tornando-se o jogador com mais conquistas na História do clube, inclusive no Mundial – a coroação do Mundial foi sem dúvida minha maior emoção no clube, uma segunda invasão da Fiel ao Maracanã. Foi lindo! Quando subi no gramado lembrei do que li sobre 1976 (a invasão na semifinal do Brasileiro) – lembra o craque, que apontou como piores lembranças as derrotas para o rival Palmeiras na Libertadores, em 1999 e em 2000, ano em que ele perdeu o pênalti decisivo.as experiências fez Marcelinho definir no Corinthians exatamente como seu torcedor. – É a instituição mais diferente e louca que tem. É apaixonante, vibrante, e essas loucuras nos faz tirar forças do nada. Tenho desejo de ir à arquibancada sentir isso.

MELHORES E PIORES MOMENTOS COM O MANTO CORINTIANO.
(Gols decisivos)
Além de ganhar, Marcelinho foi decisivo em alguns de seus dez títulos. Na primeira final da Copa Bandeirantes, em 1994, marcou no 6 a 3 sobre o santos. A conquista rendeu vaga na Copa do Brasil de 1995, troféu conquistado com gols do Pé de Anjo nas finais contra o Grêmio. No mesmo ano, balançou as redes nas finais do Paulista, contra o Palmeiras. Em 1998, marcou nas decisões do Brasileiro e, em 2001, na decisão do Paulista.

VILÃO CONTRA O MAIOR RIVAL.
A maior desilusão de Marcelinho no clube é provavelmente o momento de maior tristeza nos 100 anos de História do clube: a derrota para o Palmeiras na semifinal da Libertadores de 2000. Marcelinho foi o vilão por perder o pênalti decisivo, que deu a vaga ao rival na decisão. No ano anterior, o Corinthians, com Marcelinho, também foi eliminado pelo rival, nas quartas de final da competição.

É MUITO CAMPEÃO.
10 títulos ganhou Marcelinho pelo Corinthians.
Mundial da FIFA (2000), Brasileiro (1998 e 1999), Copa do Brasil (1995), Paulista (1995, 1997, 1999 e 2001), Ramón de Carranza (1996) e Copa Bandeirantes (1994).


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet