Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

19/02/2011 - Com o fim do horario de verão atrase seu relogio em 1 hora

À meia-noite deste sábado terminou o horário de verão e os relógios nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País devem ser atrasados em 1 hora. O horário de verão começou no dia 17 de outubro de 2010 com objetivo reduzir a demanda de energia elétrica nas regiões atingidas, principalmente entre as 18h e 20h. Segundo dados preliminares do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o horário de verão deste ano resultou em uma redução de 4,4% na demanda de energia do horário de pico. No ano passado, a redução foi de 4,7%. A ONS informou que a economia da geração térmica evitada com a adoção do horário de verão foi estimada em R$ 30 milhões, o que traz como consequência a redução da tarifa de energia elétrica para o consumidor. A redução total da demanda de energia no horário de pico foi de 2.376 megawatts, sendo 1.821 megawatts no Subsistema Sudeste/Centro-Oeste e 555 megawatts no Subsistema Sul. No caso do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, a redução equivale a aproximadamente 60% da carga no horário de ponta da cidade do Rio de Janeiro ou a duas vezes a carga no horário de ponta de Brasília. No Sul, representa 60% da carga no horário de ponta de Curitiba. A redução total de energia foi de 0,5%, o que equivale a cerca de 8% do consumo mensal da cidade do Rio de Janeiro e 10% do consumo mensal de Curitiba. O diretor-geral do ONS, Hermes Chipp, avalia que as principais consequências da redução de demanda são o aumento da segurança e a diminuição dos custos de operação do Sistema Interligado Nacional. O horário de verão esteve em vigor nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2018 - Desenvolvido pela Williarts Internet