Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

01/12/2010 - Foca (o drible) em Extinção

Que me desculpem os adoradores do gol, mas se há uma coisa linda no futebol isso se chama o drible, sem duvida a jogada que proporciona ao torcedor uma das maiores emoções no futebol.

O saudoso Denner ex Lusa e Vasco dizia que preferia driblar do que fazer gol, pois nada para ele seria mais satisfatório que ver o adversário no Chão.

Se Denner jogasse no futebol carrasco de hoje certamente a violência já tinha marcado seu valioso futebol.

E por falar em drible nunca é demais lembrar o fato recente quando o garoto Kerlon mais uma vez protagozinou o seu drible da foca e dessa vez todo o Brasil se dividiu em opiniões, pois dessa vez havia um coelho no meio do caminho do Kerlon, muito se falou da jogada, da entrada do coelho e pouco se comentou sobre a falta de um momento como esse no futebol brasileiro, futebol esse que tem sede de talentos e precisa resgatar o principio do futebol arte.

Basta alguém ter um pouquinho de inteligência para saber que nada e nenhum drible surgiram do além, ele foi criado, teve um criador, assim como tantos outros eis que simplesmente surgiu o drible da foca e esse é sem duvidas um dos que mais mexe com o brio dos atletas em campo, pois é uma das mais lindas jogadas que o futebol já criou, algo genial digna de tudo que é sagrado no esporte mais popular do mundo.

O criador Kerlon com a sua jogada de levar a bola acima da cabeça vai fazendo seu nome e caindo na graça dos amantes do futebol, e não me venha com essa demagogia dizer que o garoto só faz o drible quando o time está em vantagem, pode até ser, mas o leitor pode até tentar se recordar, mas quando foi que viram o Ronaldinho gaúcho, Robinho fazer suas estripulias quando o seu time está perdendo? Isso é uma coisa natural, ninguém vai brincar na hora da onça beber água e o Kerlon não é diferente.

O Kerlon pecou somente em ter feito o drible em um momento inadequado, no momento que ele começar a driblar assim dentro da área e com mais freqüência, ai o Brasil inteiro iriá idolatrar o garoto e o drible da foca será venerado por todo o mundo vai entender.

No meio de tantos craques artificiais onde a mídia é a grande culpada pelo fracasso de muitos, a polemica continuará sobre o drible da foca, mas sem duvidas trará muitos frutos, pois os incompreendidos de hoje serão exaltados amanhã.

Está na hora de trabalharem o psicológico dos adversários para um possível drible da Foca, pois o torcedor que vai ao estádio ou está na poltrona da sua casa quer ver espetáculo, ele sabe que o futebol brasileiro é astucioso e sempre surgirá um Kerlon para fazer algo inédito no universo do futebol.

Agora pelo amor de deus, não deixem a foca morrer tão cedo, quantas crianças por ai já tentando imitar o drible da foca, ou até algo mais espetacular.

Será mesmo mais fácil acabar com o drible ou inventaram uma maneira de roubar-le a Bola?

Não sei, só sei que somos previlegiados pelo simples fato de está vivo na geração em que surgiu o drible da foca, caso contrario teremos que concordar com a frase de que coelho que corre atrás de foca termina afogado.

Por Genildo Oliveira



Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet