Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/e99f009f206dfb58d2fca09bc3c8a9f5.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

01/03/2010 - Basquetebol masculino: Brasil- Bi campeão mundial - 1963

É com o pé, é com a mão, o Brasil é bi campeão. Este era o grito da torcida no maracanãzinho, numa demonstração da superioridade dos brasileiros no basquetebol mundial. Era a confirmação do titulo, ainda cheio de duvidas, de Santiago do Chile. Porto Rico. Itália. França. Iugoslávia. União Soviética e Estados Unidos, um a um, caíram todos diante da avalanche entusiasmada dos brasileiros, inspiradíssimos e incentivados por uma calorosa torcida. E, por fim, depois de um mar de emoções, o capitão Wlamir ergueu a taça que significava a conquista máxima do basquete mundial. Era a confirmação do titulo de Santiago. Era o nome do Brasil, representado pela sua melhor juventude, a ganhar as manchetes do mundo inteiro.

Foi a vitória da raça e de um time em que, seus atletas, jogaram com entusiasmo, sacrifício, dotados de um espirito de luta fora do comum, de uma vontade férrea de vencer. E, no conjunto, o objetivo único era a vitória, o triunfo, que veio pleno de méritos e glórias.

Primeiro foi Porto Rico. O Brasil venceu com dificuldades, mas venceu. Depois veio a Itália. Os brasileiros, superando todas as previsões, se conduziu a contento e soube superar os italianos. E o nervosismo crescia e, a medida que os jogos tinham seqüência, as dificuldades eram maiores. Contra a Iugoslávia uma nova vitória confirmando a boa fase da seleção brasileira. A França foi o próximo adversário. Mesmo como favorito, o Brasil venceu com dificuldades. E chegou o grande dia. A União Soviética, invicta até então, tinha superado a equipe dos Estados Unidos. Quem vencesse o jogo daria um grande passo para conquistar o titulo. Apesar do bom time russo, o Brasil soube conduzir o jogo a seu favor. Venceu e deu uma demonstração do grande basquetebol que estávamos apresentando. Finalmente veio a grande noitada. O Brasil enfrentaria os Estados Unidos. Foi um jogo corrido e nervoso. As duas equipes jogavam bem e desejavam a vitória. Foi um jogo de emoção, entusiasmo e beleza para a grande torcida que lotou o maracanãzinho. E, no finalzinho, o Brasil conquistou a vitória. Coroando uma grande jornada. Um triunfo que valeu o bi campeonato mundial.

No meio da grande festa, não se poderia deixar de descrever o papel que teve a torcida carioca, incentivando do começo ao fim a seleção brasileira. A torcida jogou junto com seus campeões: Amauri. Wlamir. Jathyr, Rosa Branca. Ubiratan. Succar. Mosquito. Waldemar. Menon e Fritz foram os doze heróis que eram comandados por Togo Renan Soares, o popular Kanela. Amauri foi o cestinha do IV campeonato mundial de basquete, além de ser considerado o melhor jogador da competição.

Os resultados dos jogos do Brasil foram os seguintes:
16 de maio de 1963 – Brasil 62 x Porto Rica 55
17 de maio de 1963 – Brasil 91 x Itália 62
20 de maio de 1963 – Brasil 90 x Iugoslávia 71
23 de maio de 1963 – Brasil 90 x União Soviética 79
25 de maio de 1963 – Brasil 85 x Estados Unidos 81

Brasil bi campeão mundial de basquetebol.



Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet