Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

11/11/2009 - Treinadores no brasileirão: desacreditados 5×0 renomados

Entre os técnicos que disputam ou disputaram o Brasileirão 2009 os "desacreditados" Ricardo Gomes e Andrade são os mais bem sucedidos.

Os caríssimos Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo não superam os medianos 50% de aproveitamento. A situação de Muricy é pior, pois trabalhou em 2 times com elencos e condições de títulos, enquanto Luxa ficou 7 jogos no comando do Alviverde e 22 no Peixe.

Silas, por exemplo, conseguiu o mesmo aproveitamento de Muricy, apesar de trabalhar em condições bem inferiores.

Celso Roth, tal qual ano passado, também se destacou. Tite, criticado inclusive por este blogueiro, é o "quarto colocado".

A lista abaixo tem, por ordem, o clubes, ou os clubes, em que trabalharam, o número de jogos e o percentual de pontos conseguidos.

Ricardo Gomes - São Paulo - 27 – 65%
Andrade - Flamengo - 21 - 65%
Celso Roth - Atlético-MG - 34 - 55%
Tite - Internacional - 27 – 55%
Adílson Batista - Cruzeiro - 34 – 53%
Antônio Lopes – Atlético-PR – 18 - 52%
Vanderlei Luxemburgo - Palmeiras e Santos – 29 – 50%
Cuca – Flamengo e Fluminense - 25 – 49%
Paulo Autuori - Grêmio – 32 – 49%
Silas - Avaí - 34 – 49%
Mano Menezes – Corinthians – 34 - 48%
Muricy Ramalho - São Paulo e Palmeiras – 26 - 48%
Paulo César Carpegiani – Vitória - 18 – 47%
Hélio dos Anjos - Goiás - 34 - 46%
Waldemar Lemos – Náutico e Atlético-PR – 15 - 43%
Ney Franco - Botafogo e Coritiba - 33 - 42%
Sérgio Guedes - Santo André – 14 - 41%
Estevam Soares - Barueri e Botafogo – 35 - 38%
Emerson Leão - Sport - 10 - 37%
Vágner Mancini - Santos e Vitória - 26 - 36%
Parreira - Fluminense – 10 - 34%
Diego Cerri - Barueri - 13 - 34%
Péricles Chamusca - Sport - 17 - 34%
Sérgio Soares - Santo André – 11 - 34%
Geninho - Náutico - 29 - 32%
René Simões - Coritiba – 18 - 30%
Renato Gaúcho - Fluminense – 10 - 20%



Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet