Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

31/08/2009 - Voce sabe cade ele? Toninho Vanusa, ex Palmeiras, Vasco e outros times

Na primeira metade dos anos 70, a cantora Vanusa fazia um sucesso estrondoso. Suas longas e lindas madeixas louras eram motivo de inveja das mulheres e sonho de consumo dos homens. Por isso, bastava a alguém também ter cabelos compridos - algo muito comum na época - e estes serem da cor dourada para logo ser apelidado com o nome da famosa intérprete.



No futebol, vários foram os "Vanusa’s" que surgiram naqueles tempos, e o mais conhecido deles, sem dúvida, alguma foi o nosso Toninho. Meia de razoável habilidade, jogava pelo lado esquerdo e os mais precipitados chegaram a dizer que o Verdão havia encontrado o sucessor de Ademir da Guia. Explica-se: quando chegou ao Palmeiras, em maio de 1974, Ademir da Guia ainda desfilava seu talento com a nossa camisa 10 mas, já aos 32 anos, não conseguia mais manter o mesmo ritmo de anos anteriores. Daí a necessidade para, desde então, se encontrar um substituto, e nada melhor que este fosse um garoto de apenas 18 anos, que teria tempo de sobra para aprender muito com o Divino.

Apesar de ter tido um bom começo, sagrando-se campeão paulista naquela temporada e fazendo parte do grupo que faturou o tricampeonato do Troféu Ramón de Carranza, Toninho Vanusa não era, nem de longe, o jogador que muitos esperavam. Lento em demasia, nada afeito à marcação e pouco apto ofensivamente falando, sua reconhecida habilidade se limitava à armação de jogadas. Isso, para um meia, seria o suficiente não fosse um pequeno detalhe: exatamente naquela época, o futebol começava a mudar e os enormes espaços de que desfrutávamos armadores diminuíam muito rapidamente. Era preciso mais do que apenas talento para se jogar futebol, e Vanusa não estava preparado para isso, pelo menos não em tão tenra idade.

Perdendo espaços dentro do grupo com cada vez mais freqüência, ele foi emprestado entre 1976 e 1977 a equipes como Náutico/PE, Goiás/GO e Vasco da Gama/RJ. Retornou em 1978, fez parte do time vice-campeão brasileiro daquela temporada mas, logo no começo de 1979, foi negociado de forma definitiva ao Juventus/SP. Daí em diante, deu início a uma enorme peregrinação por pequenas equipes do Interior, como Taubaté/SP e Saltense/SP, e encerrou sua carreira em 1989 após quebrar a perna durante um treino no Uberaba/MG.
Depois da experiência no futebol, Toninho Vanusa migrou para o comércio. O bairro de Pirituba, na zona oeste de São Paulo, recebeu a loja de roupas do ex-palmeirense.
Uma parada cardiorrespiratória foi responsável pelo falecimento de Antônio José dos Santos, o Toninho Vanusa, aos 53 anos.
O corpo de Toninho Vanusa foi velado e sepultado no Cemitério de Tremembé, na capital paulista.

FICHA TÉCNICA

Nome: Antônio José dos Santos
Data e Local de Nascimento: 26/05/1956, em São Paulo/SP
Data e Local de Falecimento: 25/06/2009, em São Paulo/SP
Posição: Meia
Estréia: 04/05/1974 - CSA/AL 0 x 2 Palmeiras
Despedida: 21/02/1979 - Taubaté/SP 0 x 2 Palmeiras
Jogos: 72
Gols: 7
Títulos: Paulistão/74, Carranza/75



Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2018 - Desenvolvido pela Williarts Internet