Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/fe5b84baa528b2a33a13d3e355391b58.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

27/08/2009 - Onde anda? Especial sobre os clubes que deixaram saudades a suas torcidas

Na foto, a formação do CEUB em 1973

CEUB (DF)
CEUB - Centro de Ensino Unificado de Brasília
Cidade de Origem: Brasília (DF)
Fundação: 1968
Situação Atual: Encerrou o futebol profissional em 1976
Estádio: Pelezão (20.000 espectadores)
Títulos: Campeão do Distrito Federal em 1973
Melhor Colocação em Campeonatos Brasilienses: Campeão do Distrito Federal em 1973
Participações em Campeonatos Brasileiros: 33º (1973); 37º (1974); 31º (1975)

UM POUCO DA HISTÓRIA DO CEUB

Criado em 1969 por universitários do Centro de Ensino Unificado de Brasília, o CEUB foi a primeira equipe
Brasiliense a disputar a divisão principal do campeonato nacional, em 1973. Entretanto, a vida da equipe foi
curta. A primeira edição do Campeonato Brasiliense, em 1976, marcou também o fim do CEUB. O time
ganhou os dois primeiros turnos. Liderava o terceiro e último quando a federação local virou a mesa,
determinando que fosse disputado um quadrangular para apontar o campeão e representante do Distrito
Federal no Brasileirão. A diretoria do CEUB não aceitou. Irritado com a posição do CEUB, Heleno Nunes,
Presidente da antiga CBD (hoje CBF), determinou que o Distrito Federal não teria representante no
Brasileirão. A manobra antecipou o fim do clube, que também tinha problemas financeiros. Hoje, tudo
que restou do CEUB foram troféus e recortes de jornais guardados no escritório de Adílson Peres,
advogado, que foi o presidente do CEUB naquela época. "Sinto saudade daquele time", afirma.


CANTO DO RIO (RJ)
Canto do Rio Futebol Clube
Cidade de Origem: Niterói (RJ)
Fundação: 14 de novembro de 1913
Situação Atual: Disputa divisões inferiores
Estádio: Caio Martins (8.000 espectadores)
Títulos: Nenhum
Melhor Colocação em Campeonatos Cariocas: 6º lugar em 1944
Participações em Campeonatos Brasileiros: Nunca participou da Série A
.
UM POUCO DA HISTÓRIA DO CANTO DO RIO
No dia 14 de Novembro de 1913, quatro garotos, entre dez e onze anos, se reuniram em Niterói e

fundaram o Canto do Rio Futebol Clube. A idéia era praticar o futebol infantil, mas o clube cresceu,

se profissionalizou e anos depois já estava disputando campeonatos importantes no Estado do Rio.

Apesar de ser um clube de pequeno porte, o Canto do Rio ficou famoso por ser o único time de fora da

cidade do Rio de Janeiro, afinal ele é de Niterói, a disputar o Campeonato Carioca, a partir dos anos 40.
Na época só entravam clubes da cidade do Rio, mas mesmo assim o Canto do Rio disputou o Carioca
de 1941 a 1964, até que um tumulto em Caio Martins, num jogo contra o Fluminense, resultou no
afastamento definitivo da primeira divisão. De lá pra cá o clube revelou Gérson "O Canhotinha de
Ouro", ensaiou algumas vezes o retorno e chegou a se arrastar nas profundezas da terceira divisão
do Rio. Em 2001, o empresário espanhol Santiago Gerardo e sua empresa Holding Sports passaram a
administrar o futebol profissional do Canto do Rio. A empresa que administra o futebol, decidiu que o
clube iria utilizar o estádio do CFZ, em São Gonçalo, e não o Caio Martins, em Niterói. Desiludido com
a fraca campanha no estadual e com a bagunça que impera nos campeonatos da Federação Carioca, o
Canto do Rio resolveu não disputar os torneios profissionais de 2002, deixando mais uma vez saudade.


CABO BRANCO (PB)
Esporte Clube Cabo Branco
Cidade de Origem: João Pessoa (PB)
Fundação: 13 de dezembro de 1915
Na internet: www.cabobranco.com.br
Situação Atual: Encerrou o futebol profissional em 1942
Estádio: Almeidão (45.000 espectadores)
Títulos: Campeão Paraibano em 1918, 1920, 1924, 1926, 1927, 1929, 1931, 1932 e 1934
Melhor Colocação em Campeonatos Paraibanos: Campeão 9 vezes
Participações em Campeonatos Brasileiros: Nunca participou da Série A
.
UM POUCO DA HISTÓRIA DO CABO BRANCO
Em 1915, impulsionados pelo amor ao futebol, um grupo de jovens de João Pessoa resolveu oficializar
suas "peladas" de Domingo, fundando um clube. Assim, reunidos no bairro do Altiplano do Cabo Branco,
estavam lançados os alicerces para o que, hoje em dia, seria o maior complexo social, cultural e esportivo
paraibano: o Esporte Clube Cabo Branco. Sempre voltados para a novidade esportiva da época, o futebol,
aqueles jovens foram solidificando o time, realizando, inclusive, partidas interestaduais, vencendo jogos e
campeonatos importantes. Participou vitoriosamente do primeiro jogo promovido pela liga Desportiva
Paraibana, em 1919. A popularidade conseguida com o futebol aliada a uma estrutura social, administrativa
e financeira exemplares, possibilitaram ao clube transferir-se de sua sede inicial para o Hipódromo de
Jaguaribe, no bairro de mesmo nome. Quarto maior campeão do Estado da Paraíba, com nove títulos
conquistados, o Esporte Clube Cabo Branco extinguiu seu departamento de futebol profissional em 1942.
Hoje é apenas um clube amador.



NOVORIZONTINO (SP)
Grêmio Esportivo Novorizontino
Cidade de Origem: Novo Horizonte (SP)
Fundação: 11 de março de 1973
Situação Atual: Licenciado desde o início de 1999
Estádio: Jorge Ismael de Biase (16.000 espectadores)
Títulos: Campeão Brasileiro da Série C 1994
Melhor Colocação em Campeonatos Paulistas: Vice Campeão em 1990
Participações em Campeonatos Brasileiros: Nunca disputou a Série A
.
UM POUCO DA HISTÓRIA DO NOVORIZONTINO
O Novorizontino foi fundado em 11 de março de 1973, com o nome de Pima Futebol Clube e na época
era formado, em sua maioria, por funcionários de uma fábrica de calçados que tinha o mesmo nome.
Esta escola-fábrica assistia crianças carentes em forma de orfanato. Depois de brilhar no futebol amador,
tendo inclusive conquistado o bi-campeonato da Liga Catanduvense de Futebol nos anos de 1974 e 1975,
o então presidente Arneldo Sauressing e sua diretoria, resolveram inscrever o time no profissionalismo,
colocando-o na 3ª Divisão do Futebol Paulista. Como não poderia jogar com o nome de "Pima", o Presidente,
que era gaúcho, resolveu homenagear o Grêmio Portoalegrense colocando o nome de Grêmio Novorizontino.
As cores amarelo e preto são originárias das cores da fábrica de sapatos Pima. O mascote do time, o Tigre,
é referente as próprias cores, iguais ao do animal. Em 1977, assume a Presidente do clube o empresário
Dr. Jorge Ismael de Biasi, que transformou o Grêmio em um clube de futebol, conquistando títulos,
revelando jogadores, como Paulo Sérgio e o goleiro Maurício (ambos ex-Corinthians), o zagueiro
Márcio Santos, Élder e Alessandro (ex-Santos), Luís Carlos Goiano (ex-Grêmio/RS) entre outros.
Foi também o Dr. De Biasi que levou o clube a conquista do vice Campeonato Paulista de 1990, onde
o Tigre só perdeu o título para o Bragantino através do regulamento, pois na final foram dois empates.
Depois de tantas glórias, em 1994 a família Chedid assumiu o clube e devido a má administração,
destruíram tudo o que em 20 anos foi construído. O time foi rebaixado para a 2ª divisão do Paulistão e
obrigado a abandonar a Série B do Brasileirão, direito adquirido com o título da Série C em 1994.
Sem dinheiro, o clube pediu licença à Federação Paulista e, pelo que parece, não deve voltar tão cedo.


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet