Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

05/08/2009 - Vanira, campeã panamericana pelo Brasil em Cuba, acende a Pira Olímpica

As nove delegações participantes da primeira Copa Estadual de Basquetebol Feminino, que está sendo sediada em Barretos, participaram na noite de terça-feira, 4 de agosto/09, da abertura oficial no ginásio do Conjunto Poliesportivo Municipal "João Batista da Rocha – ROCHÃO".

A cerimônia contou com a presença da secretária de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Célia Rodrigues, que representou o prefeito Emanoel Mariano Carvalho e fez o hasteamento da Bandeira Brasileira; o vereador Carlos Henrique dos Santos, "Carlão do Basquete", que representou a Câmara Municipal e fez o hasteamento da Bandeira de Barretos; o diretor da Divisão de Esportes da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo, José Roberto Ribeiro Buongermino e a chefe do Comitê Dirigente da Copa, professora Dirce dos Santos Oliveira, que hastearam a Bandeira Paulista.

Tarcísio Scannavino, diretor do Departamento de Esportes da Prefeitura de Barretos, coordenou o cerimonial e prestou uma homenagem especial a ex-jogadora de basquetebol Vanira, que conduziu após receber dos cadeirantes de basquetebol, o fogo simbólico e fez o acendimento da Pira Olímpica. Em seguida recebeu um cartão de prata e fez um desafio com uma atleta de cada delegação, numa série de arremessos.

Vanira Hernandez de Souza jogou basquetebol durante 25 anos e defendeu a Seleção Brasileira por 11 temporadas, na geração de Paula, Marta e Hortência, entre outras, sendo campeã mundial em 89, campeã panamericana em 91, em Cuba, no lendário jogo frente a Seleção da casa, numa final em que as brasileiras encantaram o presidente Fidel Castro; vice campeã panamericana em Indianápolis e bi campeã sulamericana.

A atleta defendeu 13 equipes, entre as quais Minercal, Leite Moça, Unimep, Bauru, Vila Maria, Catanduva e Presidente Prudente. Conquistou quatro títulos brasileiros, cinco paulistas e três sulamericanos. "Fiquei feliz em ser convidada e fiz questão de vir, pois esta competição é muito importante para o resgate do basquete feminino", disse Vanira, que é professora de Educação Física e desenvolve há nove anos um projeto de basquetebol em Sorocaba, para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O juramento da atleta foi conduzido por Fernanda Rodrigues Carvalho de Pádua, da equipe de Barretos, onde joga desde 2005.

Após a abertura, que teve também a presença do professor Wilson Tonelli, assistente de chefia do Comitê Dirigente e o professor José Eduardo Batista, diretor regional de Esportes e Lazer da Secretaria Estadual, foi realizada uma apresentação de Taiko, com o Grupo Heiwa, de Guaíra e performance com os jogadores cadeirantes de basquetebol. Finalizando a noitada do Rochão, foi realizado o jogo Iracemápolis 78 x Araraquara 46, pelo Grupo A


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet