Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

15/07/2009 - Ex- Mulher Processou o Baixinho: Romário está Preso!

Romário atualmente é Diretor de Futebol do América do RJ, que disputa a Segunda Divisão do Futebol Carioca.


Preso em sala sem grades, Romário deve R$ 89 mil de pensão alimentícia

Craque está detido junto com outros dois devedores e passa a madrugada na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca

Preso na tarde desta terça-feira, Romário deve aproximadamente R$ 89 mil de pensão alimentícia a seus filhos Romarinho, de 15 anos, e Moniquinha, 19, em processo movido por sua primeira ex-mulher Monica Santoro.



A reportagem do GLOBOESPORTE.COM teve acesso ao mandado de prisão expedido pelo juiz Antônio Aurélio Abi Ramia Duarte, da 2ª Vara de Família do Fórum Regional da Barra da Tijuca (Zona Oeste do Rio).



No documento, o juiz decreta a prisão do ex-jogador pelo período de 30 dias, caso o débito não seja quitado.



- Decretação de prisão, pelo prazo de 30 dias, em razão de débito de pensão alimentícia correspondente a R$ 89.641,44 - escreveu o juiz no mandado.



Romário está detido na "sala de identificação" da 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, junto com outros dois homens, também acusados de não ter pago pensões alimentícias. O local não tem grades.



Inicialmente, o delegado Carlos Augusto Nogueira havia afirmado que o débito de Romário era de R$ 50 mil, referentes a dois meses de atraso no pagamento da pensão: R$ 42 mil mais juros de R$ 8 mil. Romário teria apresentado recibo de pagamento do valor principal, mas sem a quitação dos juros. Mas o mandado de prisão revela que a dívida é maior.



- Sinceramente, não sei se algum juiz vai expedir um alvará de soltura com a rapidez com que ele imagina, e o advogado ainda tem de mostrar os comprovantes para conseguir o documento - afirmou o delegado no início da noite de terça.

Carlos Augusto Nogueira disse anteriomente que o craque estava sozinho em uma cela, isolado de outros presos.

- O Romário já está na carceragem, mas a transferência para a Polinter não será feita hoje (terça) apenas porque não há mais tempo. Se o advogado dele não chegar até as 10h30m (de quarta) com um alvará de soltura, aí sim, ele vai para a Polinter.



O delegado acrescentou que Romário não chegou algemado à delegacia.

- Não houve necessidade, pois ele não resistiu à prisão.

Por volta das 21h30m, um amigo de Romário, conhecido como Pica-Pau, comprou comida em um restaurante próximo à DP. Porém, o cardápio com costela à gaúcha, molho à campanha, aipim e batata cozida foi recusado pelo Baixinho, que disse estar sem fome.



Fonte Globo Esportes







Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2017 - Desenvolvido pela Williarts Internet