Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

18/03/2009 - Conheça um pouco mais sobre os maiores estadios do Brasil

MARACANÃ (foto)
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Nome oficial: Estádio Jornalista Mário Filho
Proprietário: Governo do Estado do Rio de Janeiro
Capacidade Atual: 78.000 espectadores
Data da Inauguração: 16 de junho de 1950
Primeiro Jogo: Seleção Carioca 1x3 Seleção Paulista
Primeiro Gol: Dida (Seleção Carioca)
Maior Goleada: Flamengo 12x2 São Cristóvão-RJ (1956)
Recorde de Público: 183.341 (Brasil 1x0 Paraguai - 31/08/1969)

HISTÓRIAS E CURIOSIDADES
.
O nome oficial do estádio é uma homenagem ao jornalista Mário Filho, irmão de Nélson Rodrigues,
que foi o principal cronista esportivo de sua época. Fundador do "Jornal dos Sports", morreu em 1966.
.
Considerado o maior do mundo durante muitos anos, levou dois anos para ser construído. Suas obras
começaram no dia 2 de agosto de 1948. Em sua construção, foram gastos mais de 500 mil sacos de
cimento e uma quantidade de ferro que daria para dar uma volta e meia ao redor do Planeta.
.
O Estádio do Maracanã foi construído em 1950 para a Copa do Mundo, por determinação do Presidente
da República, Eurico Gaspar Dutra. O que era para ser a realização de um sonho, ganhar a Copa,
acabou em frustração total após a derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai por 2x1.
.
O gol mais rápido do Maracanã foi feito pelo atacante Gildo, do Palmeiras, aos 8 segundos de jogo,
na vitória por 2x0 sobre o Vasco, no Torneio Rio-São Paulo de 1965.
.
No dia 19 de novembro de 1969, o Rei Pelé marcou o 1000º gol de sua carreira no Maracanã. O jogo
foi contra o Vasco e terminou em 2x1 para o Santos. O gol, de pênalti, em cima do goleiro Andrada.

Foi do Rei também o gol mais genial da história do estádio. Ele partiu do meio-de-campo e foi
driblando um a um todos os jogadores do Fluminense, inclusive o goleiro Castilho até marcar o gol
que valeu uma placa no saguão do estádio. Um autêntico gol de placa. .

Uma das histórias mais dramáticas nesses anos de vida do Maracanã, ocorreu com Marcelo, um
jovem goleiro do Vasco amaldiçoado por uma falha sofrida contra o Flamengo, em 1964.
Naquele dia, a bola veio mansa, como em muitas outras vezes, chutada da intermediária pelo
flamenguista Nelsinho Rosa, hoje técnico. Quando Marcelo agachou-se para a defesa, porém, não
pegou nada. Um frango monumental. Sem condições psicológicas para continuar jogando, o goleiro
chorava encostado à trave, implorando para sair enquanto ouvia as vaias da torcida do Vasco.
Trêmulo, nervoso, ele comoveu todo o estádio enquanto caminhava na direção do túnel. Então,
deu-se o inesperado. Solidárias na dor dor com o goleiro, as duas torcidas começaram a aplaudi-lo.
Assim mesmo Marcelo prosseguiu, rumo ao vestiário. Para nunca mais voltar.
.
O Endereço do Maracanã: Av. Maracanã, s/n. - Maracanã - CEP 20271-110


MORUMBI
Local: São Paulo (SP)
Nome oficial: Cícero Pompeu de Toledo
Proprietário: São Paulo Futebol Clube
Capacidade Atual: 80.000 espectadores
Data da Inauguração: 02 de outubro de 1960
Primeiro Jogo: São Paulo 1x0 Sporting (Portugal)
Primeiro Gol: Peixinho (São Paulo)
Maior Goleada: São Paulo 8x0 Noroeste-SP (1965) e São Paulo 8x0 Mitsubishi-JAP (1970)
Recorde de Público: 146.072 (Corinthians 1x2 Ponte Preta - 09/10/1977)

HISTÓRIAS E CURIOSIDADES
O nome oficial, Cícero Pompeu de Toledo, é uma homenagem ao presidente do São Paulo entre os anos
de 1947 a 1957. Nesse período foram feitos os projetos para a construção do Estádio do Morumbi.

Os idealizadores do Morumbi queriam no início um terreno onde hoje está o Parque do Ibirapuera, mas
não convenceram a prefeitura a doá-lo. Assim, a obra começou em 1952 no então desvalorizado bairro do
Morumbi. Concluído em 1960 (foto acima), o estádio ainda era cercado por um imenso vazio e comportava
70.000 pessoas. Mas o São Paulo queria um gigante e até obrigou o arquiteto Villanova Artigas a mudar
seu projeto original, que previa um corredor de trânsito na parte inferior do anel das arquibancadas.
.
Somente em 1970 é que o Morumbi ficou totalmente pronto, com uma capacidade para 140.000 pessoas.
Na reinauguração, o São Paulo empatou com o Porto, de Portugal, em 1x1.
.
Em 1994, o Morumbi passou por uma série de interdições e mudanças de capacidade, que só seriam
resolvidas no final de 2000. Após gastar R$ 12 milhões em um longo processo de reformas na estrutura
do estádio e na instalação do novo sistema de iluminação, o Morumbi foi reaberto para 80 mil pessoas.
.
No dia 2 de março de 1969, um raio caiu próximo ao estádio do Morumbi e houve um grande tumulto
na saída dos torcedores no jogo São Paulo 2x4 Corinthians. Muita gente tentou sair correndo do estádio.
No empurra-empurra, um dos muros desabou com a pressão e dezenas de torcedores caíram de
uma altura de mais de 4 metros. O torcedor corintiano João Benedetti, de 40 anos, morreu.
.
Em 1987, no dia 09 de agosto, São Paulo e Corinthians empataram em 3x3 e festejaram a milésima
partida do estádio. A festa, porém, foi equivocada, já que a organização do estádio esqueceu de contar
as rodadas duplas realizadas no Morumbi. Esse 3x3, foi na verdade, o jogo número 1009. O milésimo
aconteceu no dia 5 de julho, quando o São Paulo venceu o Botafogo de Ribeirão Preto por 3x2.

Em 1984 o Corinthians precisava vencer o Flamengo por dois gols de diferença, pelo Brasileirão, para
chegar às semifinais. Quando o jogo estava 4x1 para os paulistas, o operador do placar eletrônico,
Émerson Heidi, resolveu brincar e provocar os cariocas: colocou os horários da ponte-aérea
sugerindo a volta do Flamengo para o Rio. Os corintianos deliraram, mas a CBF mandou uma advertência.
.
O Endereço do Morumbi: Praça Roberto Gomes Pedrosa, s/n. - Morumbi - CEP 05653-070


MINEIRÃO
Local: Belo Horizonte (MG)
Nome oficial: Governador Magalhães Pinto
Proprietário: Governo do Estado de Minas Gerais
Capacidade Atual: 90.464 espectadores
Data da Inauguração: 05 de setembro de 1965
Primeiro Jogo: Seleção Mineira 1x0 River Plate-ARG
Primeiro Gol: Buglê (Seleção Mineira)
Recorde de Público: 132.834 (Cruzeiro 1x0 Villa Nova/MG - 22/06/1997)

HISTÓRIAS E CURIOSIDADES
.
O nome oficial do estádio é uma homenagem ao antigo governador de Minas Gerais, José de
Magalhães Pinto, que exercia o mandato, entre 1961 e 1966, época da construção do estádio.
.
As obras de construção do Mineirão levaram seis anos. Em 1959 as obras tiveram início, em um
terreno doado pela Universidade Federal de Minas Gerais. Em 1965, o estádio foi inaugurado.
Trabalharam em toda sua obra 7.200 operários.
.
Em toda a sua história, o Mineirão foi palco de apenas dois jogo da Seleção Brasileira válido pelas
Eliminatórias de Copa do Mundo. Em 1993, quando o Brasil bateu a Venezuela por 4x0, com dois
gols do zagueiro Ricardo Gomes, um de Evair e outro de Palhinha, na época, jogador do São Paulo.
O outro foi em julho de 2004, pelas eliminatórias da Copa da Alemanha 2006. A Seleção derrotou
a rival Argentina por 3x0, com três gols do atacante Ronaldo Fenômeno, ex craque cruzeirense.
.
O centroavante Reinaldo, que marcou época no Atlético, é o maior artilheiro da história do estádio.
Entre 1973 e 1984, o Rei marcou 144 gols. Porém é o atacante Tostão, esse jogando pelo Cruzeiro,
que detém a melhor média de gols por ano: 17 gols. Tostão marcou 143 gols entre 1965 e 1972.
.
Com a inauguração do Mineirão, o futebol mineiro deu um salto de projeção no cenário nacional.
Mais do que nunca os clubes das Alterosas estavam maduros para enfrentar qualquer adversário.
Nem o Santos de Pelé escapou. Na decisão da Taça Brasil de 1966, o Cruzeiro comandado por Tostão
e Dirceu Lopes, garantiu o show, goleando o melhor time do planeta por 6x2. Já no primeiro tempo o
placar apontava 5x0 para os mineiros. O título seria conquistado dias mais tarde, no Pacaembu, com
outra vitória (3x2). Mas o gosto daquela goleada jamais abandonou os cruzeirenses.
.
O Atlético já era tetracampeão mineiro, mas o clássico contra o Cruzeiro valia pela rivalidade.
A vitória do Galo por 2x0 deixou os cruzeirenses mais enfurecidos. O lateral Nelinho começou ali
mesmo, no gramado, uma perseguição ao ponta Éder. O placar eletrônico apontava 28 graus mas em campo a temperatura superou os 40.


Uma frustração acompanhou o futebol mineiro até o início dos anos 90. Nenhum clube do Estado
havia conseguido uma vitória de nível nacional ou internacional. Lá, o Cruzeiro perdeu a decisão do
Mundial Interclubes, em 1976, para o Bayern da Alemanha e o Atlético desperdiçou a oportunidade
de ganhar o Brasileirão em 1977, contra o São Paulo. A partir de 1991, porém, a história mudou.
Na Supercopa da Libertadores, o Cruzeiro bateu o River Plate, da Argentina, por 3x0 e conquistou
a taça. Depois em 1997 o Cruzeiro ganharia a Taça Libertadores, após uma suada vitória de 1x0
sobre o Sporting Cristal, do Peru. Os atleticanos viveram também seu dia de glória no Mineirão,
nas finais da Taça Conmebol de 1992. Venceram o Olímpia, do Paraguai por 2x0 e asseguraram
a vantagem para o segundo jogo, que perderam por 1x0, mas conquistaram o troféu tão sonhado.
.
O Endereço do Mineirão: Av.Antônio Abrahão Caram, 1001 - Pampulha - CEP 31275-000


OLÍMPICO
Local: Porto Alegre (RS)
Nome oficial: Olímpico Monumental
Proprietário: Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense
Capacidade Atual: 55.000 espectadores
Data da Inauguração: 19 de setembro de 1954
Primeiro Jogo: Grêmio 2x0 Nacional-URU
Primeiro Gol: Vítor (Grêmio)
Recorde de Público: 85.721 (Grêmio 0x1 Ponte Preta - 26/04/1981)


HISTÓRIAS E CURIOSIDADES
.
O nome oficial do estádio foi uma idéia do presidente do Grêmio na época da
inauguração, Saturnino Vanzelotti, que resolveu colocar esse nome pelo fato do
estádio ter sido projetado para a prática de todos os esportes olímpicos.
.
O Olímpico foi inaugurado para 38 mil pessoas. Em 1980, após uma reforma e ampliação, ficou
com a capacidade de 85.000 pessoas. Em 1990, as arquibancadas do anel superior deram lugar para
as cadeiras numeradas, reduzindo novamente a capacidade do estádio para os atuais 55.000 lugares.
.
O Grêmio, depois do Olímpico, virou uma máquina de títulos. Até 1954, em 50 anos de
existência, o clube havia conquistado sete campeonatos gaúchos. Depois disso o Grêmio
venceu nada menos do que 26 títulos estaduais. Fora a Libertadores em 1983.
.
Em 1968 o Rei Pelé foi homenageado, no dia do seu aniversário, no Olímpico. As luzes do estádio se
apagaram e a torcida cantou o "Parabéns a você". Pelé então resolveu retribuir o carinho da galera e
marcou um dos gols da vitória do Santos por 3x1 sobre o Internacional, que ainda não tinha o Beira Rio.
.
O primeiro Gre-Nal disputado no Olímpico não traz boas recordações aos gremistas. No dia 26 de
setembro de 1954 o Inter goleou o Tricolor por 6x2, com quatro gols de Larry. Bem diferente do antigo
estádio, o da Baixada, onde o primeiro clássico gaúcho aconteceu, com goleada do Grêmio por 10x0.
.
O dia 29 de julho de 1983 entrou para a história do estádio Olímpico e do Grêmio. Na final da Taça
Libertadores daquele ano, o Tricolor precisava da vitória para conquistar seu primeiro título continental.
E conseguiu vencendo o Peñarol, do Uruguai, por 2x1. Porém travou uma batalha, superando o forte time
uruguaio e seus tradicionais pontapés, até os 30 minutos do segundo tempo quando César conseguiu fazer
o gol da vitória. Na festa, o capitão De Léon levantou a taça com o supercílio cortado e com muita emoção.
.

Em 2001 pela primeira vez um estádio do Sul do País recebia um jogo da Seleção Brasileira pelas
Eliminatórias de Copa do Mundo. O Olímpico foi escolhido pelo técnico Luiz Felipe Scolari, ex-técnico
do Grêmio, como palco para a decisiva partida contra o Paraguai, que estava marcado anteriormente
para o Maracanã. Em campo a Seleção retribuiu o carinho da torcida gaúcha e venceu por 2x0.
.
O Endereço do Olímpico: Largo dos Campeões, 1 - Bairro Azenha - CEP 90640-000


Busca de notícias      










Todos direitos reservados 2018 - Desenvolvido pela Williarts Internet