Ouça a Independente AM ao vivo!
 
 

 

Warning: getimagesize(controle/arquivos/noticias/e8e314abbfef311dac70e02f8ee72dff.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/futebolbarretos/www/ver_noticia.php on line 17

06/02/2009 - Tunel do tempo: França, a azarada dos anos 80

Quando a França conquistou a Eurocopa 2000, dois anos depois de ter vencido a Copa do Mundo, mal parecia que o time era, até 1998, famoso pela falta de sorte.

Para muitos, a seleção liderada por Michel Platini nos anos 80, foi a melhor equipe que nunca venceu o Mundial.

O time teve o azar de perder para nas semifinais para a Alemanha tanto em 1982 como em 1986.

Com exceção do Brasil, poucas seleções ganharam tanta simpatia mundo afora como a seleção francesa, que perdeu em Sevilha há 20 anos.

Derrota

A França havia começado mal a campanha na Espanha, com uma derrota de 3 a 1 para a Inglaterra.

Mas logo recuperou-se e parecia estar a caminho de uma final contra a Itália em Madri.

O prognóstico tinha motivo. Além do meio-de-campo reforçado por Platini, Jean Tigana e Alain Giresse, a França tinha no ataque Dominique Rocheteau e Didier Six.

A sorte mudou, porém, na hora de enfrentar os alemães.

O time acabou perdendo nos pênaltis (5 a 4). Havia empatado por 1 a 1 no tempo normal, com gols de Michel Platini e do alemão Pierre Littbarski, e por 3 a 3 na prorrogação.

No segundo tempo, com o jogo já empatado, o francês Patrick Battiston foi eliminado do jogo ao sofrer uma falta do goleiro alemão Harald Schumacher.

No vestiário, ele teve de receber oxigênio, antes de ser levado ao hospital.

Mesmo claramente sem ter ido na bola, Schumacher não recebeu cartão vermelho.

Nos primeiros dez minutos da prorrogação, os franceses Marius Tresor e Girrese marcaram dois gols.

Mas a Alemanha não se rendeu. Karl-Heinz Rummenigge, que havia começado o jogo na reserva, reduziu a vantagem da França.

Treze minutos antes do fim do jogo, Horst Hrubesch cabeceou a bola para Fischer, que fez o gol de empate.

Pênaltis

Pela primeira fez, uma partida da Copa do Mundo seria decidida nos pênaltis.

Na primeira série, os dois times terminaram empatados.

O francês Ettori defendeu o terceiro pênalti da Alemanha, batido por Stielike. Logo a seguir, foi Schumacher que segurou a bola, chutada por Six.

Com o empate, veio a morte súbita.

Schumacher defendeu o chute de Maxime Bossis.

Minutos depois, Hrubesch fez o gol que levou a Alemanha às semifinais.

Mas o esforço foi em vão: a Alemanha foi derrotada para a Itália por 3 a 1 na final em Madri.

Dois anos depois, a França ganhou a Eurocopa.

Mas na Copa de 86, os franceses foram mais uma vez eliminados pela Alemanha. Eles perderam de 2 a 0 nas semifinais, depois de ter vencido o Brasil nos pênaltis após um empate de 1 a 1 nas quartas-de-final.



Busca de notícias      








Todos direitos reservados 2019 - Desenvolvido pela Williarts Internet